Portal da Cidade Rio das Pedras

ESTÉTICA

Tecnologia é aliada no tratamento contra estrias

Resultado da ruptura de fibras elásticas e colágenas responsáveis pela elasticidade e sustentação da pele, essas marcas podem ser tratadas e diminuídas

Postado em 17/09/2020 às 23:00 |

(Foto: Pixabay)

Ganho de peso e efeito ‘sanfona’, crescimento rápido na adolescência, gravidez, excesso de exercícios físicos e até mesmo implante de prótese mamária estão entre os principais fatores que podem acarretar um problema que, para muita gente, é um verdadeiro pesadelo: as estrias.

Homens e mulheres estão sujeitos a ver essas indesejáveis marcas surgirem em qualquer parte do corpo, com mais frequência nas quadris, coxas, nádegas, culotes e mamas. Uma vez instaladas, elas não desaparecem, mas a boa notícia é que a tecnologia evolui cada vez mais e desenvolve tratamentos capazes de diminuir substancialmente essas marcas.

Hoje, é possível tratar estrias por meio de laser, dermoabrasão, micropigmentação, lipoaspiração, peeling e cremes que ajudam a reduzí-las. “É preciso, entretanto, que o tratamento seja realizado logo que as marcas aparecem, já que isso permite minimizar seu aspecto. As estrias vermelhas (mais recentes) são as que respondem melhor aos procedimentos”, destaca Débora Andrade Vasconcelos, proprietária da Onodera Estética Piracicaba. Segundo ela, o propósito dos tratamentos contra estrias é estimular a produção de colágeno e elastina, primordiais para a elasticidade da pele.

Débora explica sobre alguns tratamentos: “A microdermoabrasão elimina a camada superficial da pele de uma forma suave, levando à regeneração das células da região. A pele é ‘lixada’ com cristais de óxido de alumínio”.

Segundo ela, o laser fracionado pode ser utilizado em ambas as fases da estria: tanto avermelhadas, quanto brancas. “No caso da fase avermelhada, ele provoca fechamento dos vasos sanguíneos de pequeno tamanho e estimula a produção de colágeno na área, dando aspecto mais natural à pele e diminuindo o tamanho das estrias. Quando já está na fase branca, ele também atua na formação de colágeno, mas aproximando as bordas da estria e preenchendo-as”, detalha. A quantidade de sessões é variável, sendo necessárias aproximadamente cinco sessões, que podem ser mensais. “Quando o laser é associado a outras terapias, como cremes à base de ácidos, este resultado se torna potencializado e a chance de sucesso aumenta muito”, diz a diretora da Onodera Estética Piracicaba.

O peeling, outro recurso para tratar estrias, consiste na aplicação de um ácido em uma forma mais concentrada sobre a área com estrias, explica Débora. “Após a aplicação, o ácido deve permanecer na pele por quatro a seis horas, sendo posteriormente retirado em casa pelo paciente durante o banho. Pode ser usado para tratamento de todos os tipos de estrias, exceto quando há ulceração do local. No entanto, deve ser combinado com outro tratamento, como peeling de cristal ou diamante, que promove uma pequena esfoliação local, além de estímulo da produção do colágeno”.

Diferente dos procedimentos convencionais que apenas estimulam o colágeno existente no organismo, Débora conta que o PowerSkin deixa a pele mais suave por ir além disso. “Por meio da aplicação da tecnologia laser, ocorre a remodelação e produção de colágeno e de novas fibras elásticas, suavizando a aparência das estrias”, completa.

LANÇAMENTO

O período de isolamento social, que obrigou o fechamento temporário das clínicas de estética, foi aproveitado pela Onodera para pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias para tratamentos estéticos. Agora, a rede volta às atividades com uma novidade:o EstriOut. “Trata-se de uma técnica inovadora, que usa um sistema de energia híbrida associado ao microagulhamento e à radiofrequência tradicional com a corrente galvânica, em um mesmo disparo. Isso proporciona intenso estímulo do colágeno e contração das fibras de colágeno e de elastina”, explica Débora.

Indicado para regiões corporais onde haja estrias, o Estriout é um tratamento que compreende de três a cinco aplicações, feitas em intervalos mensais. “Cada sessão dura de 20 a 30 minutos”, completa Débora. A clínica disponibiliza avaliação on-line gratuita.

O novo tratamento é contra-indicado para pessoas que usam marcapasso, gestantes, doentes com câncer, patologia descompensada, epiléticos, em cima ou próximo de regiões com metais.

Mais informações:
https://www.instagram.com/onodera.piracicaba/
(19) 2534-1630

Por Cristiane Sanches – Jornalista (MTb 21.937)




🟩 Quer fazer parte da nossa lista de TRANSMISSÃO e receber as notícias do Portal da Cidade no seu WhatsApp? Salve nosso número (19) 974091519 na sua agenda de contatos e depois envie um WhatsApp com seu nome. Pronto, já estará fazendo parte da nossa lista de transmissão e vai receber as notícias e ficar por dentro de tudo de Rio das Pedras e região.

🟩Ou se preferir CLIQUE AQUI para participar do GRUPO do Portal da Cidade Rio das Pedras e receba as informações e fique atualizado! ‎Não se preocupe, somente nosso número conseguirá fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados.

📱 Facebook

📱 Instagram

📺 YouTube

📱 Twitter

🎥 Câmera ao Vivo da Cidade

Fonte:

Receba as notícias de Rio das Pedras no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário